A POBREZA EM PORTUGAL
E NO MUNDO

  • 700M

    Actualmente, mais de 700 milhões de pessoas vivem em situação de pobreza extrema

  • 20%

    Um em cada cinco portugueses vive em situação de pobreza ou exclusão social

  • 400.000

    Em Portugal, durante a pandemia, 400.000 pessoas terão caído abaixo do limiar da pobreza

  • 1300M

    Vivem em Pobreza Multidimensional

  • As mulheres, as crianças e as pessoas mais velhas continuam a estar mais vulneráveis ao risco de pobreza e exclusão social

  • 167M

    Estima-se que apesar das melhorias (nos últimos anos e as esperadas nos próximos anos), em 2030 existam cerca de 167 milhões de crianças em situação de pobreza

A CIÊNCIA E A PRÁTICA
PSICOLÓGICA

As situações de pobreza condicionam a possibilidade de desenvolvimento pleno da pessoa, a sua dignidade, o seu florescimento, a sua Saúde Mental e a possibilidade de Bem-Estar. Por isso, a pobreza encontra-se entre os principais determinantes socioeconómicos da Saúde Psicológica e do Bem-Estar, sustentando e sendo sustentada por desigualdades sociais e económicas, limitando as escolhas dos cidadãos e cidadãs.

A pobreza é uma experiência pela qual qualquer pessoa pode passar durante a sua vida e que pode limitar os nossos recursos para lidar com situações de adversidade, a nossa capacidade para satisfazer as nossas necessidades e realizar o nosso potencial. Vai muito para além da mera ausência ou escassez de recursos materiais, estendendo-se à ausência ou escassez de outras formas de capital humano (e.g., nível de educação, competências e experiências pessoais), capital social (e.g., a rede de relações sociais) e capital de saúde (e.g., o bem-estar físico e mental).

A Ciência Psicológica e os seus profissionais têm como um dos valores centrais da sua acção a promoção da justiça social, bem como uma responsabilidade ética para com a defesa dos Direitos Humanos. Este compromisso enquadra os objectivos de diminuir o sofrimento humano e promover os valores da igualdade e da equidade.

Porque, enquanto cidadãs e cidadãos e psicólogas e psicólogos podemos ser agentes da mudança a favor da justiça social e económica, investiremos com o projecto .Final à Pobreza numa estratégia de reforço do contributo da Psicologia no cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, particularmente no que diz respeito à erradicação da pobreza. Associe-se, participe, partilhe as iniciativas e recursos e por favor contribua com as suas propostas para as quatro dimensões da estratégia (Profissão; Sociedade Civil; Decisoras e Decisores; Cooperação Nacional e Internacional) através do formulário disponível neste portal.

Juntas e juntos vamos contribuir para um .Final à Pobreza.

DEIXE O SEU CONTRIBUTO

/ participe

Enquanto psicóloga/o, qual pode ser o meu papel e o meu contributo para a erradicação da pobreza?

Veja o vídeo:

NOTÍCIAS

INICIATIVAS

Recursos

Icon

.Final à Pobreza

1 file(s) 602.75 KB
Icon

Estratégia Nacional de Combate à Pobreza - Comentário Técnico e Contributo OPP 

1 file(s) 238.69 KB
Icon

Combater as Desigualdades e a Discriminação

1 file(s) 5 MB
Icon

Crise Económica, Pobreza e Desigualdades

1 file(s) 5 MB